Como investir com queda da Selic?

A queda da taxa básica de juros não vai atrapalhar sua vida! Obviamente, se você estiver bem informado e souber como se posicionar no atual cenário. Se os títulos de renda fixa deixaram se ser atrativos com a Selic a 6,5% ao ano, eu vou te mostrar algumas alternativas para investir com queda da Selic! Acompanhe este artigo até o fim!

Contextualizando o cenário atual

Você pode estar lendo este artigo em qualquer época do ano, em qualquer ano, e servirá da mesma forma. Desde que no momento atual o Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central) tenha optado por baixar as taxas básicas de juros.

No momento em que este artigo é escrito para você, setembro de 2018, esta é a realidade do país:

  • Selic a 6,5% ao ano
  • Momento político é de incerteza
  • Alta do consumo, já que juros são menores
  • Previsão de inflação de 4,11% ao final de 2018

Não sei exatamente qual o seu conhecimento de economia. Mas posso te explicar, rapidamente, como esses números afetam sua vida! Se você não quer ver a explicação, pule para a parte seguinte, começando em Lucre com mercado imobiliário em qualquer época.

A Selic (Sistema Especial de Liquidação e de Custódia) é definida por uma reunião com membros do Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central) algumas vezes no ano. O aumento, queda ou manutenção da Selic se baseia no movimento no mercado e na estratégia do governo de conter a inflação e estimular o consumo.

É preciso haver um equilíbrio, já que encorajar o consumo com taxas menores, naturalmente, aumenta a procura pelos produtos. Com o aumento da procura pelos produtos, aumentam os preços, o que se configura em inflação.

Está entendendo até aí, né? Continue comigo, essa parte introdutória sobre como a taxa Selic influencia sua vida já está acabando!

O que acontece é que alguns investimentos de renda fixa tem rendimento atrelado à taxa básica de juros. Ou seja, se você empresta dinheiro ao governo através de um título de renda fixa pós-fixada, o governo vai te pagar um percentual menor se a Selic estiver em baixa.

Se a Selic estiver em alta, por outro lado, você receberá mais. Isso porque a Selic é a taxa básica de juros: nada pode ser menor. No cenário atual, o governo encoraja o consumo, assume as consequências da inflação e você precisa conhecer outras alternativas para investir! Afinal, os juros estão baixos.

Uma das alternativas eu vou te mostrar agora!

Lucre com mercado imobiliário em qualquer época

Se tem um lugar para investir com queda da selic e sair ganhando, esse lugar se chama mercado imobiliário. Mas atenção, não se trata de comprar imóveis! A partir de R$ 1 mil, você pode deixar dinheiro com a segurança que tem na poupança, mas com muito mais rentabilidade. Veja os números do exemplo de um investimento em imóveis.

  • Rentabilidade anual de 15,00% a.a.
  • Rentabilidade mensal: 1,17% a.m.
  • Rentabilidade total: 32,25%
  • Tempo de retorno total: 24 meses

Voltando ao que eu disse atrás: você não precisa ter o imóvel em questão. Esse investimento que eu dei o exemplo se chama “crowdfunding imobiliário” e, em termos práticos, você ganha dinheiro:

  • Emprestando dinheiro para incorporadoras
  • Incorporadoras pagam os juros do empréstimo para você
  • Em dois anos você recebe o resultado de sua rentabilidade
  • Não importa como esteja a Selic ou inflação: seus ganhos são pré-fixados

Isso porque o “crowdfunding” é uma espécie de “vaquinha virtual”. Você e outras pessoas ajudam a incorporadora, que é a encarregada, entre outras coisas, de avaliar terreno.

Afinal, existem custos de pré-obra em que se torna difícil tomar empréstimo, já que os financiamentos geralmente são destinados à obra em si.

Investir com queda da Selic requer estudo

Existem muitas alternativas de investimento em épocas de baixas taxas de juros:

  • Ouro como ativo financeiro
  • Letra de Crédito Imobiliário (LCI)
  • Letra de Crédito de Agronegócio (LCA)
  • Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI)
  • Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA)
  • Debêntures de Infraestrutura (incentivadas)
  • Crowdfunding Imobiliário (como expliquei anteriormente)

Em suma, para cada uma das formas de investir com queda da Selic, há estudos específicos. Posso te garantir que tudo que te mostrei sobre Crowdfunding Imobiliário foi só o básico. Vale a pena você ler mais a respeito!

Por isso, clique aqui para baixar o meu e-book e se aprofundar! Um forte abraço!

Somos uma plataforma de crowdfunding com foco em investimento imobiliário, autorizada pela CVM. Conectamos pessoas a oportunidades de investir conjuntamente em empreendimentos imobiliários de todo o país. Tudo isso 100% online, a partir de R$ 1.000 e com a segurança do investimento em imóveis.

Deixe um comentário