Entenda as dores do incorporador e ganhe dinheiro com elas!

Hoje vamos falar um pouco sobre as dores do incorporador, e como que podemos ganhar dinheiro com elas. O primeiro passo para isso é entender o que é um incorporador.

Um incorporador, muitas vezes é confundido com o construtor ou o empreiteiro. O negócio de incorporação imobiliária é bastante amplo. A incorporação é assim denominada devido ao fato de haver ter um terreno onde será ali incorporada ali uma construção.

O que faz o incorporador

Poderíamos classificar, o incorporador como um grande organizador do empreendimento imobiliário em suas diversas etapas.

Para compreendermos as dores sofridas pelo incorporador, devemos antes entender o negócio como um todo. A incorporação é iniciada muito antes do início da construção do imóvel.

O incorporador inicia o seu trabalho a partir do momento em que prospecta terrenos para a construção do empreendimento. Da mesma forma, a análise sobre quais tipos de projetos e a equação financeira daquele negócio também são funções do incorporador. A partir do momento em que ele entende que o projeto é viável, ele passa para a próxima etapa, que é a negociação e o fechamento da aquisição do terreno.

Após isso, o incorporador detalha o projeto, definindo como quer que o mesmo seja realizado. Depois de possuir o terreno e ter o projeto pronto, este deve ser aprovado pela prefeitura. Essa etapa de aprovação pode levar meses até que seja recebido o alvará que permita iniciar a construção.

E ainda não chegamos na etapa das obras

Após passar por todas estas etapas, o incorporador pode começar a construir. No entanto, o mais comum é que o incorporador registre antes a incorporação no cartório de imóveis da região. Só assim ele poderá lançar e efetuar as vendas.

É comum observar que desde a fase de procura do terreno até a fase de vendas do empreendimento se passem de 2 a 3 anos. Com isso, podemos enxergar a amplitude de uma incorporação imobiliária, fator fundamental para entender as dores do incorporador.

E o meu dinheiro com isso?

Para tudo isso é necessário dinheiro. Este, no entanto, não está disponível no sistema financeiro até o momento da construção. Normalmente o incorporador faz isso com recursos próprios ou dinheiro de grandes investidores.

Aqui identificados uma das maiores dores do incorporador. A falta de dinheiro para a etapa de pré-obra.

Para a realização da construção, existem opções de financiamento a taxas relativamente acessíveis ao incorporador nos grandes bancos. Porém não há recurso nestes bancos destinado especificamente a atender tudo que vem antes da obra (prospecção, desenvolvimento de produto, aprovação de projeto e vendas).

Agora que entendemos a dor do incorporador, devemos entender como podemos ganhar dinheiro com elas. Um formato que entendemos consegue financiar de maneira eficiente essa etapa é o Crowdfunding Imobiliário.

Este formato nada mais é do que o financiamento coletivo de projetos, onde pessoas se juntam por meio de uma plataforma para investir em empreendimentos imobiliários e ao mesmo tempo atender à demanda de capital do incorporador para a etapa do pré-obra.

A rentabilidade desse tipo de investimento varia de projeto a projeto, conforme nível de risco do empreendimento. Via de regra, temos notado retornos na ordem de até 300% do CDI, garantidos em alguma medida pelo patrimônio da própria empresa que está executando aquela incorporação.

Em síntese, não há milagre no negócio de investimentos, muito menos no de investimentos imobiliários. Este nível de retorno, antes do Crowdfunding Imobiliário, estava acessível apenas a investidores extremamente capitalizados e que tivessem acesso ou proximidade com grandes incorporadores. Agora é possível pessoas como nós, ter acesso a este nível de rentabilidade com investimentos a partir de R$ 1.000,00! É a tecnologia trabalhando em favor do nosso bolso!

Somos uma plataforma de crowdfunding com foco em investimento imobiliário, autorizada pela CVM. Conectamos pessoas a oportunidades de investir conjuntamente em empreendimentos imobiliários de todo o país. Tudo isso 100% online, a partir de R$ 1.000 e com a segurança do investimento em imóveis.

Deixe um comentário